domingo, 11 de janeiro de 2009

Danças na floresta


"Cinco irmãs aventureiras
Quatro criaturas sinistras
Três presentes mágicos
Dois amantes proibidos
Um sapo enfeitiçado."
Li este livro em tempo record, três ou quatro dias foram o suficiente para descobrir a fantástica história de cinco irmãs que vivem na Transilvânia a espectacular aventura de visitar o Outro Reino.
A leitura é muito fácil e aliciante, facto que se deve à simplicidade da escrita e à capacidade que a autora tem de nos deixar em premanente suspense, sem nunca nos dar a entender realmente o que vai acontecer a seguir. A construção da história é bastante interessante dado que esta resulta da fusão de vários contos tradicionais, que todos nós conhecemos da nossa infância, e ainda de lendas originárias da Transilvânia.
Apesar das personagens principais serem as cinco irmãs, aquela de que mais gostei foi Tadeusz, o vampiro. Sempre tive um tendência para gostar dos vilões e este vampiro é tudo aquilo a que estamos habituados quando na presença de um personagem deste tipo mas com muito charme e mistério. Na verdade, as personagens que achei melhor conseguidas foram mesmo os habitantes do Outro Reino, por não serem personagens previsíveis e por os seus desígnios serem sempre pouco claros, colocando constantemente à prova os demais e exigindo sempre coragem e determinação. As personagens das raparigas são um pouco lineares demais, na minha opinião, conseguimos sempre prever qual vai ser a sua próxima acção mas penso que essa deveria ser a intenção da autora, procurar que as jovens leitoras se identificassem o mais possível com estes cinco elementos femininos.
A moral é simples, não devemos confiar nas aparências pois estas iludem; e quando queremos realmente uma coisa devemos lutar por ela com afinco e determinação, com coragem para ultrapassar os obstáculos,sejam eles quais forem, e para aceitar as consequências dos nossos actos.
No final ficamos coma sensação de que de facto fomos transportados para o Outro Reino e que, agora que estamos de volta à rotina, também nós queremos lá voltar......

4 comentários:

Canochinha disse...

Gostei ainda mais de "O Segredo de Cibele"! A Juliet nunca nos desilude :)

Cristina Bernardes disse...

Adorei este livro... e o que se segue... enfim tudo o que vem da Juliet Marillier. Recomendo!

Alice disse...

Eu também gostei mais do "Segredo de Cibele" mas não me vou pronunciar...deixei o comentário para a minha irmã que está agora a acabar a leitura.

Vitor Frazão disse...

Há uma motivo para a moral deste livro ser tão simples, ao contrário das obras anteriores a autora fê-lo para um público mais jovem.

Seja como for, concordo, Juliet Marillier não desilude. Esta pode não ser a sua obra prima mas continua a estar muito acima da média dos livros que se encontram no mercado.

http://cronicasobscuras.blogspot.com/