sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Fallen - Vencedor do 4º lugar no passatempo Dark Christmas

Tal como prometido, trago-vos mais um texto para poderem ler no fim-de-semana. Desta vez é Fallen - Regresso na Noite, o texto enviado pela Ana Rita Domingos e que obteve o 4º lugar no passatempo Dark Christmas.
Como já sabem das minhas "dificuldades informáticas"... enfim, sigam o link aqui ou carreguem na imagem para poderem conhecer esta estória.



Bom fim-de-semana e boas leituras.

7 comentários:

Vitor Frazão disse...

Algum "Christmas" tem... já "dark" nem por isso...

Embora a prosa esteja melhor conseguida, acho que a história é mais fraca que o 5º classificado. Mas também, verdade seja dita, não suporto anjos, especialmente quando são usados assim... Afinal, é suposto eles não terem emoções, sendo apenas emissários da vontade divina (por isso é que a atitude de Lúcifer foi condenada).

Não obstante, não é a primeira a fazê-lo e suponho que haja público para esse género de leitura...

v_crazy_girl disse...

Eu por acaso gostei muito da história. É verdade que concordo com a parte "Algum "Christmas" tem... já "dark" nem por isso..." que foi dita, mas gostei de como os anjos foram usados :)

Bjs*

Alice disse...

eu bem digo que isto é tudo uma questão de gostos...!!
Mesmo as escolhas neste tipo de passatempos são muito dificeis de fazer, andámos aqui às aranhas uns dias. Uma gostava de um texto, outra de outro... O único que reuniu consenso à primeira foi mesmo o vencedor do 1º lugar.

Vitor Frazão disse...

Admito que a questão da utilização dos anjos é algo muito pessoal, mas sou incapaz de vê-los como seres providos de emoções.

Não obstante, estou curioso para ler os outros três.

Ana Rita disse...

O tema dos anjos é algo que me interessa. Gosto sempre de ler algo sobre anjos, independentemente do tipo de literatura e da forma como são utilizados: maus, bons, com ou sem emoções. Confesso que este registo mais "suave" era uma curiosidade que eu tinha em experimentar, pelo que arrisquei.
É claro que qualquer pessoa que se comprometa a publicar uma história está sempre ciente de que é impossível agradar a todos os leitores. Obrigada pelo apoio v_crazy_girl e lamento não te ter agradado Fábio. Talvez os próximos contos sejam mais o teu estilo.

Alice disse...

É bem verdade, não se consegue agradar a gregos e a troianos por muito que se queira. Pessoalmente acho que te saiste bem nesta aventura dos anjos, até podias continuar a estória. Sobre anjos acho que só tinha lido o Angelologia e o Hush,hush e... deixa que te diga que, se continuares a tua estória, pode sem dificuldades ficar muito mas muito melhor que o hush, huhs. Afinal, a ideia base já é melhor :)


Mas o Victor também tem razão, anjos com muitos sentimentos foi algo que a principio me custou. Depois, as coisas mudam até porque no colégio as freiras sempre nos diziam que eles eram muito bonzinhos. Isso já é uma especie de sentimento. Pessoalmente acho que eles devem ser mais maléficos que bonzinhos...mas isso sou eu.

Ana Rita disse...

Obrigada pelo apoio, Alice. Como disse, a versão dos anjos maléficos também me agrada. É uma prespectiva bem interessante para quem quer ler um livro com uma boa intriga.
Em relação ao Hush Hush, neste momento é o livro no topo da minha lista de compras, assim como o Anjo Caído. Espero poder comprar ambos no próximo mês.