segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

O Segredo de Cibele

  • "Paula viaja até Istambul com o seu pai em busca de um artefacto ancestral. O desejo que Paula tinha em descobrir o reino mágico onde vivera com as suas irmãs foi substituído por objectivos mais práticos: tornar-se comerciante de livros e manuscritos. No entanto, pistas e rumores acabam por convencê-la de que se encontra numa demanda fantástica e que a pessoa responsável por lhe ir dando essas pequenas suspeitas seja a sua irmã desaparecida, Tati. Puzzles, enigmas, testes de força e lealdade, lições sobre o amor, confiança e conhecimento - tudo isso surgirá na viagem de Paula, uma viagem onde o insucesso tem como preço a morte. "
Mais um livro de Juliet Marillier, mais um livro que adorei... De facto não há livro desta autora que me consiga desiludir (e ainda bem). Este é a continuação de "Danças na Floresta" do qual também já falei aqui. Devo confessar que gostei mais deste volume que do anterior, talvez tal se deva ao facto do enredo se focar apenas numa das irmãs, já nossas conhecidas, não havendo uma divisão da história pelos diversos personagens. A acção centra-se em Paula e na viagem que esta empreende com o pai afim de conseguir realizar um negócio que envolve um importante artefacto histórico - a Dádiva de Cibele. Contudo, este objecto revela ser muito importante para diversos personagens e nem todos têm escrúpulos quando se trata de o conseguir ter em seu poder.
Gostei especialmente das descrições da cidade de Istambul, podemos sentir o calor, o cheiro das ruas, a cor e a confusão do mercado, a diversidade que caracteriza os habitantes e visitantes da antiga Constantinopla... É algo soberbo e que não esperava encontrar neste livro. Também me agradou muito a referência da autora a Portugal a qual é feita através do meu personagem preferido, o pirata Duarte de Aguiar - personagem que se vai desenvolvendo e crescendo ao longo da trama e que revela mais uma vez que nada é o que parece e não devemos julgar as pessoas pelo ouvimos dizer acerca delas.
O suspense está muito melhor conseguido neste volume, conseguindo a autora manter o mistério quase até ao final da aventura de Paula por terras desconhecidas. O aparecimento dos habitantes do Outro Reino e o seu modo tão peculiar de actuar, bem como as provas a que sujeitam os personagens principais da trama, são um elemento muito bem vindo e que contribui activamente para alimentar o factor mistério.
Devo referir que o final das diversas personagens é previsível mas nem por isso menos agradável e deixa-nos, como é usual nos livros desta autora, com a sensação de que vivemos realmente todas as peripécias e aventuras que acabámos de ler.
9/10

4 comentários:

Cristina Bernardes disse...

Gostei mto do comentário... e adoro esta autora. Continuem!

Alice disse...

Obrigado Cristina. O apoio e as palavras de incentivo são muito importantes.
beijos

Canochinha disse...

A Juliet nunca desilude... Também gostei muito deste livro, e também o preferi ao anterior.

Jacqueline' disse...

Eu so para ser do contra, preferi o anterior! Se bem que Juliet Marillier já nos tenha habituado a excelentes livros...