sexta-feira, 19 de junho de 2009

O Historiador

Título: O Historiador
Autor: Elizabeth Kostova
Editora: Gótica
Tradução: M.L. N. Silveira
Nº de páginas: 598
A trama deste livro começa numa noite em que uma jovem mulher encontra na biblioteca do seu pai um misterioso e antigo livro e um conjunto de cartas amarelecidas pelo tempo cujo início é sempre igual e perturbador - "meu caro e desventurado sucessor". Esta estranha descoberta leva a jovem numa busca pela verdade do destino de seu pai e por uma verdade que fez muitos dos mais importantes historiadores perdem o prestígio e afundarem as carreiras, que levou muitos a perder não só a sanidade mental mas também a vida... Será possível que Vlad, o Drácula da lenda, tenha realmente existido e continuado vivo século após século , perseguindo os seus obscuros projectos? è então com esta premissa que tem início toda a aventura ao melhor estilo de Indiana Jones, um misto de História com acção e aventura que nos levará de viagem pela Europa e pelos séculos que a marcaram.
Este, na minha opinião, é mesmo um dos pontos mais significativos e que mais gozo me deram neste livro - as descrições das cidades, dos lugares e dos costumes das gentes; os momentos de ficção que se cruzam com a História Medieval do território que hoje é a Roménia, a História do império Otomano e ainda factos mais contemporâneos dos acontecimentos na Europa de Leste. As descrições fazem-nos visualizar os locais de um modo muito vivido sejam eles cidades, criptas ou bibliotecas e os conhecimentos de História e acerca de Vlad Tepes III - príncipe da Valáquia e, sem sombra de dúvidas, um dos maiores tiranos do mundo medieval - que a autora nos consegue transmitir revelam os longos anos de estudo a que esta se dedicou par poder produzir esta obra.
O único ponto negativo nesta leitura prende-se com a edição em si e não tanto com a obra. Sendo a escrita simples e empolgante, o que poderia ser uma leitura fácil e relativamente rápida tornou-se em algo muito complicado em alguns momentos. As letras do livro são pequenas e o espaçamento entre as linhas é igualmente escasso (o que percebo, caso contrário o livro seria ainda maior), factos que muitas vezes me dificultaram a leitura. Ainda assim, valeu muito a pena pois gostei deste que não é apenas um romance histórico nem apenas uma simples história de vampiros.
Recomendo a quem gosta de História (principalmente do período medieval).
8/10

6 comentários:

Homem do Leme disse...

Olá, tens um selo à tua espera no meu blogue.

Silent Raven disse...

Apesar de ser bastante viciada em histórias de vampiros, quando comprei o livro estava à espera que fosse apenas a história do príncipe Vlad (o histórico), portanto o livro foi uma tremenda surpresa. E aprende-se imenso sobre a época e o local em que decorre a história.

Concordo plenamente com o teu comentário. Foi um livro que adorei e que li super rápido (apesar da letrinha pequenina que cansa bastante).

Patrícia disse...

olá olá
O historiador foi um daqueles livros que comprei num impulso 8há alguns anos atrás) e que gostei imenso. Uma história meio conhecida e contada novamente. Gostei bastante. e fiquei agradavelmente surpreendida quando vi que foi um dos livros que a revista Sábado disponibilizou a 1 euro...
boas leituras
pat

djamb disse...

Eu a-do-rei este livro! :)
Não só adorei a escrita de Kostova como fiquei totalmente "viciada" no enredo. As personagens são fantásticas e o enquadramento histórico é muito bom.
Boas leituras!

Isabel Maia disse...

Também já o li, pelo menos 2 vezes, e está no meu Top de livros preferidos. E sim, a letra minúscula com um corpo de texto tão denso não ajuda nada à leitura.

Beatriz disse...

Deve ser mesmo espectacular!