domingo, 14 de março de 2010

Na Sombra da Noite

Título: Na Sombra da Noite
A Irmandade da Adaga Negra
Autor: J.R. Ward
Tradução: Fernando Vilas-Boas
Edição: Casa das Letras
Nº de páginas: 428

"Nas sombras da noite da cidade de Caldwell, em Nova Iorque, trava-se uma guerra territorial entre vampiros e seus caçadores. Ali existe um bando secreto de irmãos sem igual - seis guerreiros vampiros, defensores da sua raça. Mas nenhum deseja mais a morte dos seus inimigos que Wrath, o chefe da Irmandade da Adaga Negra.Único vampiro de puro-sangue que resta no mundo, Wrath tem contas a ajustar com os matadores que lhe levaram os pais, séculos atrás. Mas quando um dos seus mais estimados combatentes é assassinado - deixando órfã uma filha meio-sangue desconhecedora da sua herança e do seu destino - Wrath tem de tratar do acolhimento da bela fêmea no mundo dos não-mortos.Transformada por uma inquietude no seu corpo que não conhecia, Beth Randall não tem defesas contra o homem perigosamente excitante que vem visitá-la durante a noite, com os olhos encobertos. As suas histórias de irmandade e sangue assustam-na. Mas o seu toque acende uma fonte crescente que ameaça consumir ameaça consumir ambos."
Para ser sincera não sei muito bem aquilo que hei-de dizer acerca deste livro, gostei da história mas, talvez pela descrição que achei excessiva e repetitiva e que me fez quebrar o ritmo da leitura algumas vezes, só consegui que me prendesse nos últimos capítulos. A leitura foi também dificultada por aspectos de impressão como o tamanho diminuto das letras e o parco espaçamento entre as linhas. Isto tudo para não falar nas gralhas que são mais que muitas.
Ainda assim, devo dizer que a estória em si é bastante interessante, relatando-nos o romance entre um vampiro -Wrath- e uma jovem mestiça -Beth- filha de uma humana e de um vampiro e a transição desta jovem para vampira "completa".
Como pano de fundo temos a Irmandade da Adaga Negra, formada por seis guerreiros vampiros, cada qual com sua maldição, com o intuito de proteger todos os outros vampiros. Embora incidindo numa estória de amor, a narrativa é muito pouco lamechas marcado pela intriga e com uma forte componente erótica.
Tal como têm acontecido com alguns dos romances mais recentemente editados, os vampiros descritos não obedecem ao padrão tradicional e à descrição a que estamos mais habituados e este é um ponto positivo na narrativa pois estes personagens são usados para transmitir valores tradicionais como a amizade,a coragem e a honra.
Penso que a leitura poderá agradar aos fãs das histórias de vampiros e de um mundo mais dark, embora não seja, para mim, das melhores narrativas do género (factor que também pode mudar depois da leitura do próximo volume).
6/10

1 comentário:

Bia disse...

Olá,
Estou aqui para apresentar meu novo blog especializado em Suspenses Românticos, tanto de banca quanto de livraria.

Amor, Mistério e Sangue

Espero que goste!