sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Asterix L Goules

Nestes últimos dias, aos pouquinhos e no intervalo da minha actual leitura, li novamente o primeiro álbum do Astérix editado em língua mirandesa – Asterix L Goules. Se entre os leitores do nosso blog há algum falante desta língua com certeza já leu este álbum; aos que não falam mirandês e gostariam de ter algum contacto com a língua recomendo vivamente. A tradução está óptima, como é costume do Dr. Amadeu Ferreira que se dedicou a esta tarefa desta feita também com a colaboração de dois professores de mirandês, Domingos Raposo e Carlos Ferreira.
Pode parecer um bicho de sete cabeças mas penso que lendo com calma qualquer um consegue perceber perfeitamente (é bem mais difícil compreender a língua quando falada).
Mas estou para aqui a falar assumindo que todos sabem o que é o mirandês e tal pode não se verificar... Assim, para quem desconhece, o Mirandês é a segunda língua nacional em Portugal. É uma língua anterior ao português (e não uma mistura de português e espanhol com é usual pensar-se) derivada do asturo-leonês falado a norte da Península Ibérica há mais de 8 séculos. Actualmente, o mirandês é falado em Terras de Miranda e em três aldeias do vizinho concelho de Vimioso e é leccionado como disciplona optativa em diversas escolas do concelho de Miranda do Douro. Estima-se que sejam cerca de 15000 os falantes.
Se alguém estiver interessado e não conseguir levar a cabo a leitura por dificuldades com o vocabulário, estamos aqui para ajudar ou, se preferirem, para vos ajudar a conseguir facilmente um dicionário de mirandês-português.
Em jeito de aperitivo segue-se a versão, em mirandês, da habitual apresentação dos álbuns de Astérix:
“Stamos an 50 antes de Jasus Cristo. Toda la Gália stá adominada puls romanos… Toda ? Nó! Ua aldé chena d’eirredutibles gouleses rejiste inda i siempre al ambasor. Cumo ye possible que ua pequerrixa aldé perdida pa l meio de la Gália seia capaç de rejistir a un eisército tan fuorte? L que fai cun que seia ambencible ? Ua parte de la repuosta stá na receita de la pocion mágica, porparada por Panoramix, l druida”.

4 comentários:

Canochinha disse...

Olha, consegui ler o texto! :D
Não fazia a mais pálida ideia que haviam livros de BD publicados em mirandês... Muito giro!

Cristina Bernardes disse...

Sou fã de Asterix e Obelix desde muito pequena, não tivesse eu tido uma infância na dita terra dos gauleses. Gostei de saber que existem livros desta colecção traduzidos em mirandês; muito obrigado pelas informações sobre esta língua...

Alice disse...

Cristina, para ti, se quiseres vai ser fácil ler o segundo livro do Asterix em mirandes. Chama-se "Asterix L Galaton" e além das pranchas em mirandês trás também as originais em francês. É um livro 2 em 1...penso que escolheram fazer assim (com a versão francesa também) porque muitas das pessoas oriundas da região de Miranda estão emigradas em França, têm filhos que só falam francês...deve ter sido uma tentativa de aproximação à língua

Cristina Bernardes disse...

ÓPTIMA ideia, um livro em duas línguas...