segunda-feira, 27 de abril de 2009

Os Corvos

Confesso que já sentia falta de ler um bom policial por isso quando vi na fnac a mais recente aventura de Pendergast não resisti. Li o livro e tempo recorde e digo-vos que foi uma compra que valeu bem a pena.
Para quem não conhece o personagem principal, posso adiantar que, a par da Miss Marple de Agatha Christie, é o meu "detective" predilecto. É um muito pouco convencional agente especial do FBI que possui uma inteligência e uma intuição fora do normal e cuja imagem de marca é o seu imaculado e super engomado fato preto que contrasta com a sua pele alva e o seu cabelo quase branco.
Nesta aventura encontramos Pendergast em Medicine Creck, uma pequena cidade do Kansas onde, de um momento para o outro, têm lugar hediondos assassinatos. Com a ajuda de Corrie Swanson, uma jovem gótica e completamente desajustada da sociedade conservadora em que vive, o agente especial vai fazer tudo o que está ao seu alcance para pôr fim a esta vaga de crime.
Os pontos fortes deste livro são o bom humor que os autores conseguem imprimir à narrativa; a personagem feminina, Corrie, que é, na minha opinião, a melhor e mais improvável companhia que os autores alguma vez poderiam ter encontrado para Pendergast; e a descrição não apenas da cidade e dos seu habitantes (que nos dá uma ideia muito real do que é a vida numa pequena comunidade em que todos se conhecem e sabem a vida uns dos outros) mas também a descrição da acção final (a perseguição do culpado - não posso adiantar muito mais...) que nos deixa ver como num filme todos os passos dados pelos intervenientes na cena.
É um livro que além de nos proporcionar bons momentos de leitura e distracção também nos deixa a pensar e nos coloca algumas questões ligadas ao "Gabinete de Curiosidades" mas sobretudo ligadas à própria vida e ao processo de socialização do ser humano, às motivações de cada pessoa e ao modo como as experiências passadas influem no nosso presente/futuro. Para tal contribui o suspense que não nos larga até à última página onde, quando já pensamos ter o crime resolvido, encontramos as verdadeiras respostas (que nos levantam ainda mais questões...).
Recomendo vivamente a todos os fãs de Pendergast pois este é o seu caso mais difícil, ou a todos aqueles que gostam de um bom policial. Ah, apesar de a imagem ser da edição original, o livro está disponivel em versão portuguesa (na net é que não há imagens da capa da Ulisseia....).
8/10

6 comentários:

Livros de Bia disse...

Oi Alice, temos algo em comum!
Miss Marple também é minha detetive preferida. Claro que Poirot também tem seu espacinho em meu coração, hehe!

Bjs

Anónimo disse...

A propósito de Agatha Christie e outros temas afins, convido você e a todos para conhecerem alguns blogs de minha autoria...

A Casa Torta: O Mundo de Agatha Christie
http://acasatorta.wordpress.com

Cinema é Magia
http://cinemagia.wordpress.com

Somente Boas Notícias
http://somenteboasnoticias.wordpress.com

Televisão é Magia
http://telemagia.wordpress.com

Um abraço e um Feliz 2009.
Tommy Beresford

Paula disse...

Olá, estou passando para dizer que tens um mimo no meu blog (está no canto inferior esquerdo do blog)

Continuação de boas leituras...

Miar à chuva disse...

Eu também adoro a Miss Marple :-)
Quanto ao Pendergast tenho o "Enxofre" para ler...

Blog Vidas Desfolhadas

Café Expresso. disse...

Divulgando um novo blog: http://blogcafeexpresso.blogspot.com/

Passa lá e deixe seu "oi".

Rita Mello disse...

Olá! Têm um selo à vossa espera no Chocolate para a Alma :)